Flexibilização da quarentena começa a valer nesta 2ª na RMVale
01/06/2020 09:49 em Novidades

As cidades da RMVale iniciam nesta segunda-feira a flexibilização do comércio, segundo decreto editado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante a semana. O chamado ‘Plano SP’ divide o estado em várias fase e o Vale do Paraíba está na ‘fase 2’ (da escala de 1 a 5 – a 5 seria a liberação total da quarentena).

Nem todas as regiões, porém, adotaram a flexibilização. Em Campinas, por exemplo, a reabertura gradual só começa a partir do dia 8 de junho, por conta do grande número de casos de coronavírus. Na cidade de São Paulo, epicentro da doença no país, a volta está prevista apenas para daqui a 15 dias.

Neste primeiro momento, as cidades da região poderão reabrir alguns comércios, desde que cumpram as normas de segurança e higiene determinadas pelo decreto estadual. Assim, cada prefeitura editou seu próprio decreto, segundo essas recomendações.

A partir desta segunda, os shoppings centers estão liberados para funcionar. Assim com os demais ramos de comércio, só estão autorizados a funcionar durante a semana (exceto os essenciais, como supermercados, farmácias e postos de combustíveis, que já estavam liberados). Finais de semana e feriados seguem com os comércios fechados.

Concessionárias e lojas de veículos, escritórios em geral, imobiliárias, estão liberados a partir desta segunda fase, mas com restrições.

Cada cidade fez um decreto adaptado a uma necessidade específica. Em São José dos Campos, por exemplo, o decreto da prefeitura cita o calçadão da rua 7 de Setembro e o comércio da rua 15 de Novembro. Em Taubaté, cita camelódromos e o shopping popular – todos liberados a partir desta segunda-feira.

Os hotéis também estão liberados para funcionar, mas com 20% de sua capacidade – em Campos do Jordão, por exemplo, existe uma expectativa de movimentação por conta período de inverno.

O decreto do estado, que é seguido pelas cidades, estabelece obrigações como utilização de máscara descartável ou de tecido por todos os funcionários e clientes; disponibilização de frasco com álcool em gel 70% na entrada e na saída do estabelecimento.

Nesta fase laranja, os que estão autorizados a funcionar terão capacidade limitada a 20%, horário reduzido para quatro horas seguidas e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos. Fica proibida a abertura de bares e restaurantes para consumo local, salões de beleza e barbearias, academias de esportes em todas as modalidades e outras atividades que gerem aglomeração.

Vetados

Ainda não podem funcionar estabelecimentos como academias, salões de beleza, teatro, cinema e eventos esportivos ou qualquer evento que gere aglomeração. Esses dois últimos só poderão ser liberados na fase 5, a última (salões de beleza e academia abrem na fase 3).

 

Informações e imagem: O Vale

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!